Como os dentes de leite influenciam os dentes permanentes

Como os dentes de leite influenciam os dentes permanentes

Os dentes de leite (decíduos) começam a ser formados durante a gestação, antes do nascimento dos bebês e normalmente erupcionam a partir dos 6 meses de idade. Depois de alguns anos, esses dentes começam a amolecer até que chega o momento em que ocorre a troca pelos dentes permanentes.

O cuidado adequado pelos dentes de leite ainda representa um desafio para os Odontopediatras. Por falta de conhecimento e orientação, muitos papais e mamães  acabam não dando a devida atenção para esses dentinhos, podendo provocar sérias complicações às crianças.

A falta de um correto protocolo de orientação de higiene, controle de hábitos alimentares, limpeza profissional e aplicação de flúor, podem acarretar em cáries nos dentes de leite, que muitas vezes não são detectadas pelos pais. Quando a cárie em um dente de leite não é tratada, permite que bactérias alcancem os canais do dente e promovam uma infecção no germe do dente permanente, que está logo abaixo. Com isso, os dentes permanentes podem sofrer alterações estruturais e nascer com alguma imperfeição, má formação, manchas e até interromper seu desenvolvimento, provocando portanto danos irreversíveis.

Além disso, sabe-se que o esmalte (camada mais superficial) do dente de leite, é mais susceptível à cárie, e por esse motivo, o avanço da cárie é mais rápida nos dentes de leite do que nos permanentes. Um lesão de cárie no dente de leite por ter evolução rápida, leva muitas vezes à perda precoce desse elemento e com isso,  o espaço deixado por ele é tomado pelos outros dentes, que se movimentam e atrapalham a erupção dos permanentes. Com isso, os dentes permanentes podem ficar inclusos, crescerem pela metade ou fora de posição.

A equipe ORTHOi acredita que a prevenção e orientação é sempre o melhor caminho para deixar todos os bebês e crianças livres da doença cárie. Faça um controle periódico com o seu filho em uma Odontopediatra e dessa forma você garante que a saúde bucal dele esteja sempre em dia!

Profa Dra Aletéia Fernandes, Odontologia para Bebês, Mestrado e Doutorado em Odontologia Restauradora UNESP SJC/Universität Regensburg Alemanha.

2016-09-15T14:24:40+00:00 Odontopediatria|